terça-feira, 20 de outubro de 2009

Confira o Texto Base da III Conferência Municipal de Cultura

CULTURA E SUSTENTABILIDADE
Um dos grandes desafios de um município como São Lourenço do Sul, que possui uma população em torno de 46.000 habitantes é criar uma atmosfera cultural. É aqueles saberes e fazeres do povo, que transmitidos de uma pessoa a outra, de um grupo a outro, determinam a manutenção de nossa identidade enquanto povo, enquanto nação.
E porque consideramos desafiante fazer cultura, criar este ambiente cultural que é a vertente da própria existência de nossa gente? A resposta é simples. Vivemos em uma localidade de recursos limitados, a produção basicamente é primária, longos anos de inoperância em diversos setores da administração pública legaram a todos nós um grande passivo social. Portanto, é natural que num cenário como este, agigantam-se como prioridades a infra-estrutura de saneamento, estradas, educação, saúde, enfim um série de exigências que uma comunidade quanto mais urbanizada exige.

É justamente neste cenário, que precisamos construir a cultura, aquela cultura que nos tornará mais aptos a lidar com o presente e o porvir, justamente porque estamos não somente resgatando os valores de nosso povo, mas construindo indivíduos mais capazes a enfrentarem situações adversas. Não é demais aqui citar-mos o adágio: A cultura liberta.

De fato, o homem que não conhece é um prisioneiro de seus próprios medos, ele teme o desconhecido, hesita diante do que ignora, e imobilizado, é imobilizante, de modo, que a sociedade não avança, e assim a ignorância, o despreparo, a omissão, a alienação vicejam e dominam a comunidade.
Para fazer frente a isto tudo, para que tenhamos uma cultura viva, é que precisamos unidos, em concílio comunitário encontrar as diretrizes e os meios para que ela possa ser auto-suntentável num ambiente que embora socialmente lhe seja acolhedor, tem em contrapartida a difícil situação econômica, onde não raro soçobram todas as boas intenções. É assim no espírito de construir uma cultura de todos para todos, que possa se manter no mais difícil dos cenários econômicos e ainda servir de exemplo e modelo para outras comunidades que chamamos o povo lourenciano a discutir na IIIª Conferência Municipal de Cultura os caminhos e o destino de nossa cultura, que em última análise é o do próprio Município de São Lourenço do Sul.
Fonte: Casa de Cultura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget